quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Um poema do livro

Um poema de Papel a Mais:

Herança

O tempo de vencer e ser vencido
o tempo inútil
acabará
No resto semeei
olhos de espera
para o sossego tépido da tarde
em frente ao mar das ilhas

R.V.

Sem comentários:

Enviar um comentário