sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Amigos e «Papel a Mais» (V)

João Francisco Envia, figura muito querida dos setubalenses, por procurar, à sua maneira, preservar a memória de Setúbal e de alguns dos seus ilustres filhos, depois de ter participado na book party de Papel a Mais, em 6 de Dezembro de 2009, redigiu as singelas quadras que se publicam a seguir, pelo que significam de amizade pela figura do livreiro e poeta Manuel Medeiros. Em algumas palavras que acompanham o poema diz com simplicidade: “Amigo Manuel Pereira Medeiros, desculpe-me a falta de alinhamento deste poema, próprio da idade [90 anos], mas quis oferecer-lho, escrito por minhas já pouco seguras mãos, como uma manifestação da amizade pelo meu amigo”.

Papel a mais?

Papéis a mais não serão
Como diz Resendes Ventura
São valores que ficarão
P’ra uma geração futura.

Livreiro de grande valor
E escritor de qualidade
Poeta de coração com ardor
Poetando amor e verdade.

Este açoriano de mérito
Que Setúbal tal conquistou
Maravilhoso e feérico
Na opção que este tomou,

Esta Princesa do Sado
Bastante se valorizou
Tendo no seio tal amado
Que a ela muito a gratificou.

Manuel Medeiros, o nome
Deste carácter desejado
Celebridade de renome
Por todos solicitado.

Sabor e gosto de entender
Conhecimentos e ciência
Este ilustre tem mui saber
Define qualidade e essência.

E para esta ode terminar
E pela honra que lhe dei
Estar, em dia de livro a lançar
Maior honra, pelo que comprei.

10 – XII – 2009

João Francisco Envia

Sem comentários:

Enviar um comentário