sábado, 29 de março de 2014

O V ENCONTRO LIVREIRO acontece amanhã, dia 30, na Livraria Culsete, em Setúbal

 

5 encontro livreiro2

 

 

Desde Março de 2010 que se realiza em Setúbal o ENCONTRO LIVREIRO, um encontro informal das gentes do livro – leitores, livreiros, investigadores, autores, tradutores, jornalistas, editores, gráficos, professores – que se assume já como movimento. A sua designação, encontro livreiro, recorre à palavra livreiro no seu sentido mais amplo e não no seu significado restrito. O dia do Encontro é sempre o último domingo de Março a partir das 15:00 horas, o local de reunião é a livraria Culsete, uma livraria com história na cidade de Setúbal, onde nasceu o movimento, a partir de várias conversas informais entre os seus organizadores. Partindo desta cidade e desta livraria, o Encontro Livreiro é já considerado por muitos um marco do ano editorial e livreiro, gerando alguma expectativa.

A ideia dos organizadores é que se fale livremente sobre leitura, livros, livrarias, edição, sempre à volta de um moscatel de Setúbal. Depois do já esperado momento musical, ajudando a criar o ambiente de convívio, surgem os dois momentos altos da tarde, a apresentação do considerado texto oficial do Encontro Livreiro, que dará o mote para o debate entre todos os participantes, e a entrega do diploma Livreiros da Esperança.

O diploma Livreiros da Esperança foi criado pela primeira vez em Março de 2012, durante o III Encontro Livreiro, com o intuito de homenagear os livreiros que dedicaram toda a sua vida a essa profissão e através dela marcaram muitos percursos de leitura, afirmando-se no panorama cultural da sua região, livreiros esses que, vindos do passado se afirmam no presente com perspetivas de futuro, lutando contra toda a espécie de dificuldades que lhes vão aparecendo. A designação foi inspirada no título de um poema de Manuel Alegre.

O diploma Livreiros da Esperança foi atribuído em 2012 a Jorge Figueira de Sousa, da Livraria Esperança, no Funchal, e em 2013 a Caroline Tyssen e Duarte Nuno Oliveira, da Livraria Galileu, em Cascais. O movimento decidiu ainda atribuir, em Julho de 2013, o diploma Livreiros da Esperança Especial Culsete - 40 anos a Fátima Ribeiro de Medeiros e Manuel Medeiros, da Livraria Culsete, quando da comemoração dos 40 anos desta livraria.

O Encontro Livreiro, nascido em Setúbal, viu-se replicado no norte do país, através sobretudo da ação do livreiro António Alves, da Livraria Traga-Mundos, de Vila Real, que já organizou três Encontros Livreiros Regionais em Trás-os-Montes e Alto Douro. Além disso, e em parceria com a Fundação José Saramago, o Encontro Livreiro tem vindo a dinamizar, desde 2012, o Dia da Livraria e do Livreiro, de inspiração espanhola, mas que os livreiros portugueses e, sobretudo, o movimento EL souberam integrar nas suas práticas de animação.

Este ano o Encontro Livreiro vai introduzir um tema em torno do qual irá confluir o debate, «Livrarias, presente e futuro». O livreiro homenageado com o diploma Livreiros da Esperança 2014 será Antero Braga, da Livraria Lello, no Porto.

Os organizadores esperam que uma vez mais o Encontro Livreiro seja um momento positivo de partilha em torno do livro, da leitura, das livrarias.

f.r.m.

EL_FACE

Sem comentários:

Enviar um comentário