sábado, 5 de abril de 2014

Escrita Amiga: Artur Cunha de Oliveira, «O Papa Francisco»

 

DSCF6656

Cunha de Oliveira na Culsete em 29.04.2012

 

O Papa Francisco não deixa de nos surpreender. E surpreende tanto mais quanto andávamos neste mundo carentes de uma figura e voz que moralmente se nos impusesse. O que por aí vemos são, na maioria dos casos, na política e na economia, videirinhos e opressores.

Pois a última do Papa Francisco foi alterar a ordem por que até aqui a Igreja Católica nos apresentava as virtudes cardiais, isto é, aqueles bons hábitos (que isto é que é, na essência, uma virtude) que são como que gonzos (cardinais) sobre que giram as nossas acções. Eram elas (antes desta ordem do Papa Francisco): Prudência, Justiça, Fortaleza e Temperança. Pois agora a ordem é: Prudência, Temperança, Justiça e Fortaleza. Nem mais: a Temperança em segundo lugar. E, neste tempo de uma civilização caracterizada entre o mais pelo consumismo: consumir, consumir, não há dúvida de que nos faz falta a Temperança: consumir, sim, mas com tempero. Que bom que seria todos colocarmos este ano a Temperança nos nossos consumos! Consumos de toda a ordem.

Artur Cunha de Oliveira
04.01.2014

Sem comentários:

Enviar um comentário